PAULADAS

O vereador Pedro Peol, do PV, não teve dó de dois funcionários públicos de segundo escalão da Prefeitura de Americana – Walter Veneciano (Ação Social) e Tiago Guimarães (Desenvolvimento Econômico). As pauladas de Peol sobre ambos foram porque Walter não avisou ao prefeito Omar Najar (PMDB) sobre a cerimônia de assinatura da liberação de R$ 300 mil para recuperação da Rua do Marceneiro e porque Tiago divulgou, via assessoria de imprensa, que foi uma conquista dele a vinda da Univest, tipo de universidade a distância. Peol fez um pronunciamento duro contra os dois na Câmara. “Foram conquistas do deputado estadual Chico Sardelli. Eu e o vereador Wellington Rezende estivemos representando o deputado. O Tiago Guimarães não conquistou nada”, disse.

TRAMPO

Os vereadores de Americana estão em recesso e só voltam às sessões em 3 de agosto. Um deles, Odir Demarchi (PR), fez questão de avisar que, apesar das mini-férias, está trabalhando normalmente com sua equipe. “As sessões estão em recesso, mas meu gabinete não para. Eu e meus assessores Mike Uchôa, Dener Chimeli, Marcelo Sociólogo e Valdisle Gonçalves trabalharemos todos os dias nessas férias. Com dinheiro do povo não se brinca. Aqui é trabalho”, publicou nas redes sociais.

JOGOS

Corre pelos bastidores esportivos e políticos de Americana que, em 2018, a cidade não sediará mais os Jogos dos Idosos e os Jogos Regionais. Motivo: reclamações de muita gente sobre os dois eventos, principalmente em relação às acomodações para os idosos.

ÁREAS PÚBLICAS

Instigante um requerimento, assinado pelo vereador Thiago Martins (PV), na Câmara de Americana. Resumidamente, sem dar maiores detalhes, ele deixa no ar que tem gente, pouca ou muita, usando terrenos e prédios públicos em benefício próprio.

MULTA

Em junho, prefeito aplicou uma multa de R$ 223.504,99 (isso mesmo!) no dono de umas áreas em Americana por causa de falta de limpeza e proteção. Mas ainda a multa-recorde na cidade não foi paga.

PLURAL

O promotor de Justiça de Americana, Sérgio Claro Buonamici, entrou na parada de denúncias de supostas irregularidades envolvendo a Plural, organização contratada pela Prefeitura que abastece a rede de saúde da cidade com médicos. É que um deles – Humberto Mizael Ribon – assinou um aditamento de contrato da Fusame em favor da Plural, mesmo estando com os pés nas duas canoas. Esse assunto, por sinal, tem deixado o prefeito muito irritado.