1 – LÁ se foram 55,2% de todo o Campeonato Brasileiro de Futebol de 2017. Um pouquinho mais da metade. Dos 38 jogos de cada time, 21 já foram cumpridos. Cada clube tem ainda, porém, 17 partidas pela frente até dezembro.

2 – ISSO significa que cada time ainda pode somar 51 pontos, caso vença 100% de seus jogos, o que não acontecerá. Mas são números que alimentam a esperança dos ameaçados de rebaixamento, dos que sonham com a Libertadores e dos pouquíssimos que falam em títulos.

3 – NA REAL, o Corinthians é o franco favorito. Mais do que isso. O Grêmio, que andou menosprezando o Brasileirão para colocar seus titulares na Copa do Brasil, foi eliminado desta competição anteontem.

4 – ACONTECE que o Grêmio está 10 pontos atrás do Corinthians. E, neste final de semana, enquanto o Timão pega o quase morto Atlético-GO em Itaquera, o time gaúcho folga na rodada. Ou seja, a diferença vai a 13 pontos, possivelmente.

5 – OS QUATRO times que estariam, hoje, na Libertadores de 2018, são: Corinthians, Grêmio, Santos e Palmeiras. Na Pré-Libertadores estariam Flamengo e Cruzeiro. E seriam rebaixados: São Paulo, Vitória, Avaí e Atlético-GO.

6 – O RIO Branco demitiu o técnico Edson Vieira faltando apenas quatro jogos na Copa Paulista. Fio comanda o time a partir de amanhã em Taboão da Serra, mas a classificação só ocorre por milagre.

7 – FOI só Americana abandonar o basquete feminino e a modalidade, pelo jeitão da coisa, vai virar o jogo. Eram apenas 6 times na Liga Nacional, agora podem ser 22.

8 – O BARBARANESE Cesar Cielo merece aplausos de todos. Campeoníssimo na natação, orgulho do esporte brasileiro, ele encabeça uma campanha para ajudar a Santa Casa de Santa Bárbara, hospital que passa por dificuldades financeiras. Sem contar o seu projeto de revelação de talentos.

9 – FÓRMULA 1 volta neste final de semana, após as mini-férias, com o Grande Prêmio da Bélgica. Sebastian Vettel tem 202 e Lewis Hamilton tem 188 pontos.

10 – FECHANDO as de hoje com meu abraço especial a Americana pelo seu aniversário de 142 anos. Tenho orgulho gigantesco de ter nascido aqui e jamais ter morado um dia fora sequer.