O Jornal da Cidade completa no próximo domingo, dia 8 de outubro, 24 anos de vida ininterrupta. Fundado em 1993 pelo jornalista Ju Jensen, inicialmente levava o nome de Jornal de Esportes. Algum tempo depois, quando passou a inserir em suas edições matérias de diversos assuntos e não apenas informações esportivas, fez essa transição com o nome de Jornal de Esportes+Cidades. Porém, foram apenas alguns meses até que os leitores se habituassem à linha variada de editorias. Por fim, assumiu de forma definitiva o nome atual. “Trata-se de um projeto simples, mas que, acredito, caiu no gosto popular. Um jornal semanal, distribuído gratuitamente em centenas de pontos, formato tabloide a que muitos agora estão se rendendo, textos curtos e objetivos, muitas imagens e, principalmente, informações de bastidores políticos, esportivos, sociais e de assuntos da comunidade”, explica Ju Jensen. Esta fórmula pode parecer simples, mas precisa de alguns elementos para convencer o leitor a manter o hábito semanal. “Nos dias de hoje, com as pessoas sem tempo, correndo atrás de seus compromissos, e com um volume absurdo de informação pelo celular, chega a ser quase milagroso manter milhares de leitores numa publicação semanal como a nossa. Nessa hora que entram experiência, fontes, praticidade nos textos e informações da cidade que ninguém vai achar no celular”, frisa. O JC há anos vem aproveitando uma brecha na cobertura jornalística da cidade, que são as informações de bastidores apimentadas com curtos comentários. Os diários aproveitam este filão bem menos do que o JC. “Prefeito, vice, vereadores, secretários, deputados de Americana e microrregião possuem uma infinidade de informações que não rendem apenas longas matérias, mas notas políticas que repercutem muito. Isso também ocorre com Rio Branco, equipes de Americana e região, sindicatos, associações, entidades. O Jornal da Cidade valoriza muito os bastidores de todos eles”. Nos últimos meses, o JC passou a ser liberado nas redes sociais para leitura, principalmente no Facebook. Bem antes disso, as edições de todas as sextas-feiras já eram e continuam sendo enviadas para milhares de e-mails cadastrados. Outra opção de leitura é pelo celular, desde que os interessados cadastrem seus números junto à direção do semanário.

 

NÚMEROS – Ao completar 24 anos de vida, o Jornal da Cidade chega hoje à sua 1129.a edição. Pela média apurada das edições, pode-se dizer que, desde 1993, já foram impressas 18.064 páginas, publicadas 33.870 matérias e colunas e inseridas 38.386 fotos. “Alguns poucos anos atrás, era apenas a edição impressa. Eu, sinceramente, não vislumbrava nada mais do que o jornal sendo distribuído desta maneira. Mas não. Vieram as edições encaminhadas pelo computador, por email, depois para os celulares em formato de excelente visualização e, por fim, as edições ficam disponíveis também pelas redes sociais. Vamos ver o que virá como novidade até o aniversário de 25 anos, em 2018”, finaliza. (Cris Fernandes)