DE NOVO

O vereador Professor Padre Sérgio (PT), que ontem conseguiu constranger a colega Judith Souza (PDT), versando no grupo de whats app dos edis sobre a doença (câncer) que a vereadora enfrenta, é reincidente. Mês passado ele conseguiu deixar Odir Demarchi (PR) possesso ao relacionar suposta doença de sua filha com a pulverização na cidade. Será que continuarão passando a mão na cabeça do legislador?

VOTO

Sobre o voto dado pelo vereador Guilherme Tiosso (PRP), semana passada, mesmo com ele estando ausente do plenário, ontem o presidente da Câmara de Americana, Alfredo Ondas (PMDB), apenas justificou dizendo que na ata o voto foi cancelado. Nada falou sobre quem votou por ele. E Tiosso também nem abriu a boca sobre o assunto.

UFA

Para terminar este primeiro ano legislativo de Americana, que vem sendo meio desastroso, faltam apenas 13 sessões. Negócio é acender uma velinha para que, em 2018, os que prometeram “uma nova política para a cidade” voltem com projetos simples e práticos, que minimizem os dramas do pai de família e da dona de casa.

BIRD

Muitos acreditam que, ao contratar o professor Vinícius Ghizini, para um cargo importante na Secretaria de Educação, o prefeito Omar Najar (PMDB) queria acertar um pardal, mas atingiu uma rolinha. É que Ghizini, jovem, atualizado e muito esclarecido, tem conseguido apagar uns incêndios na polêmica pasta que a secretária Juçara Florian jamais conseguiu. Tudo uma questão de comunicação.

???

Um exemplo: dias atrás, vários jornalistas de Americana estavam na recepção do Gabinete do Prefeito esperando Omar conceder uma entrevista coletiva. Coincidentemente, os cinco jornalistas presentes eram os mais antigos da cidade. O mais novinho de trabalho na área tem 15 anos. Mesmo assim, a secretária Juçara apareceu, cumprimentou a “reportada” e perguntou, justamente, para o mais antigo: “Quem é você mesmo?”. Não teve jeito, a risadaria foi forte.