PIMENTA

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Cauê Macris (foto), do PSDB, deu uma bela apimentada na corrida eleitoral deste ano, mesmo ainda faltando mais de oito meses para o pleito. Depois de um encontro com o ministro Aloysio Nunes, que é senador licenciado do partido, o político americanense mandou esta: “Se ele não tentar a reeleição, eu quero disputar uma vaga ao Senado”.

INÉDITO

Vai que Cauê Macris seja eleito senador. Isso abriria uma vaga para seu cargo de deputado estadual e a tucanada de Americana já vê o vereador Rafael Macris, irmão do presidente da Alesp, levando essa. Se tudo isso der certo, os Macris teriam senador, deputado federal e deputado estadual simultaneamente.

SUSTO

Nos bastidores do PSDB paulista, esta vontade de Cauê Macris deu um susto em Aloysio Nunes, que hoje defende o cargo de ministro das Relações Exteriores do combalido governo do presidente Michel Temer (PMDB).

OUT

No comecinho de dezembro do ano passado, Michel Temer prometeu, no bairro Praia Azul, que liberaria uma grana boa para as obras de conclusão do Hospital Municipal Waldemar Tebaldi. No último dia útil de 2017, o ministro da Saúde liberou quase meio bilhão de reais e Americana foi esquecida.

SALADA

Americana tem 19 vereadores. Eles faltaram tanto em 2017, primeiro ano desta legislatura, que 18 suplentes assumiram uma ou mais vezes. A cidade pagou, na verdade, para 37 parlamentares. E esta salada política deve se repetir neste ano, já que alguns vereadores tentarão o cargo de deputado. Faltarão de sessões, é obvio, para fazer campanha.

NIVER

Câmara de Nova Odessa quer dar folga para os servidores no dia de seus aniversários. O Legislativo nada no sentido contrário, já que existe muita gente na cidade desempregada e rezando por um serviço.

PAIS

Vários vereadores passaram nesta semana pela Avenida Iacanga, que está sendo recapeada, como se fossem pais da criança. Pegou mal e eles estão levando uma surra nas redes sociais. O gesto é visto como puro oportunismo.